terça-feira, 16 de dezembro de 2008

A Farda da Marinha

Um primo meu com poucas habilitações conseguiu mesmo assim o emprego de porteiro na Secretaria da Cultura. O Senhor Secretário tinha dado instruções que ninguém subiria as escadas para o seu gabinete sem que a portaria o informasse.

A maioria dos utentes pretendia subsídios para projectos teatrais, de artesanato e musicais.

Certo dia o meu primo recebe na portaria a visita de dois militares da marinha com a sua farda branca ornamentada de galões e com o chapéu branco a condizer. Como indicaram que desejavam falar com o Senhor Secretário, o meu primo pega no telefone e liga para a extensão telefónica habitual e informa:

- Estou? Estou, Senhor Secretário? Estão aqui dois senhores da filarmónica para falar consigo.


De: Júlio Silva - Ilha Terceira Net

.

Sem comentários:

Publicar um comentário